Treinamento de controle microbiológico do açúcar: análises inéditas

Controle microbiológico

Participantes do treinamento sobre microbiologia do açúcar realizado na Fermentec

O curso Controle Microbiológico do Açúcar, realizado no início de abril na Fermentec, teve uma metodologia diferente em relação às edições anteriores. Todos os assuntos foram abordados de forma mais didática. Os resultados de cada análise foram apresentados logo após a prática, dando uma melhor sequência ao programa. Assim, os participantes puderam assimilar mais facilmente os inúmeros detalhes que envolvem cada uma das 12 análises abordadas nos quatro dias de treinamento.

Além das análises tradicionais, foi introduzido um novo procedimento ao programa do treinamento, a análise microbiológica do ar. Os participantes puderam operar o amostrador de ar, aprender os detalhes analíticos e a importância do monitoramento da qualidade microbiológica do ar, principalmente nos armazéns de açúcar. Essa análise está sendo implementada em muitas usinas que fabricam açúcar branco e líquido, sendo recomendada para implementação da ISO 22000, uma norma internacional que define os requisitos de um sistema de gestão de segurança alimentar.

Na produção do açúcar, os principais locais a serem analisados quanto à microbiologia do ar são o armazém e a sala de ensaque. Os micro-organismos do ar, chamados “bioaerossóis”, estão aderidos a materiais particulados de poeira e bagacilhos, assim como em gotículas de água, que podem chegar até o armazém. A temperatura e a umidade relativa do ar no armazém também afetam a qualidade microbiológica do ar. A principal medida para evitar a entrada desses micro-organismos é o estabelecimento de pressão positiva, tanto na sala de ensaque, quanto no armazém.

Para o curso, foi feita uma parceria com a empresa Hexis Científica, que forneceu o equipamento da marca Sartorius (modelo MD8) para a demonstração de amostragem microbiológica do ar. O novo método de ensino e análises aplicadas foram avaliadas positivamente pelos participantes das usinas: Central Energética Morrinhos, Vale do Verdão, Panorama, Água Bonita, Alta Mogiana, Cocal I, Cocal II, Colombo – Ariranha, Cevasa, Alto Alegre – Junqueira, LDCSEV – MB, LDCSEV – Santa Elisa, Pedra, Pedra – Ibirá, Bunge – Santa Juliana e Vertente.

Confira o calendário com os próximos cursos e consulte a Fermentec sobre os módulos In Company

Veja abaixo mais fotos do treinamento de controle microbiológico do açúcar

 

Esta entrada foi publicada em Cursos. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>