Fermentec lança Fermel®: a levedura adaptada ao aumento da produção de açúcar

Nova levedura é mais tolerante ao melaço, presente em quantidade cada vez maior na fermentação de etanol, mais produtiva e ambientalmente viável

Fermel foi lançada na edição de 2014 da Fenasucro

A obrigatoriedade da mecanização da cana-de-açúcar mudou a colheita e o processo industrial de fabricação de açúcar e etanol. A cana, que antes era queimada, agora chega à usina com pontas, folhas e terra. Essas impurezas vegetais e minerais favorecem a contaminação da fermentação por bactérias e leveduras selvagens. Outro fator decisivo para a mudança de cenário na fermentação foi o crescimento da demanda por açúcar, aumentando o teor de melaço em relação ao caldo de cana no mosto, o líquido com açúcar utilizado para a fermentação.

A fabricação do açúcar, após a realização de todas as etapas de recuperação da sacarose, gera um subproduto, o mel, que é utilizado posteriormente para a produção de etanol. Um dos grandes desafios do setor sucroalcooleiro atualmente é trabalhar com um grau cada vez mais elevado de teor alcoólico na fermentação, ou seja, o aumento da capacidade do processo em produzir o máximo de álcool possível, mas mantendo o reciclo de leveduras, os fungos que transformam o açúcar em etanol. O contrário do que ocorre tradicionalmente com o etanol produzido a partir do milho, por exemplo, em que se alcança o ápice da produção, mas as leveduras morrem ao final da fermentação.

Para adaptar a fermentação aos níveis cada vez maiores de melaço, a Fermentec selecionou a levedura Fermel®. A grande vantagem desta nova levedura é ser mais tolerante ao melaço, permitindo às usinas trabalhar com um teor alcoólico acima da média atual de 8,5% v/v.

Impacto ambiental e produtividade

O aumento do teor alcoólico na fermentação significa a redução na produção de vinhaça. Essa redução gera benefícios ambientais e econômicos, já que representa uma diminuição nos custos com transporte e distribuição deste subproduto.

A Fermel® apresenta maior tolerância às condições do processo industrial e dominância, ou seja, reduz a possibilidade de invasão de leveduras selvagens no processo, que causam problemas como formação de espuma, que ocupa espaço nas dornas (tanques), e a floculação, que dificulta a fermentação. Portanto, a Fermel® é a levedura afinada com a nova realidade do crescimento da demanda mundial de açúcar.

Derivada da PE-2, uma das leveduras selecionadas pela Fermentec mais utilizadas na fermentação do etanol no Brasil, a Fermel® foi selecionada em parceria com a FAPESP por meio do programa Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas, o PIPE. A Fermentec está lançando a Fermel® na edição de 2014 da Fenasucro, um dos maiores eventos do setor sucroenergético do mundo, realizado entre os dias 26 e 29 de agosto na cidade de Sertãozinho, interior de São Paulo.

Esta entrada foi publicada em Tecnologia. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>