Monitoramento de leveduras é tema de workshops da Fermentec

A Fermentec está promovendo workshops gratuitos para alertar os colaboradores de destilarias sobre a importância do monitoramento de leveduras durante a fermentação. No mês de setembro, três cidades receberam os eventos: Ribeirão Preto, SP, Maringá, PR, e São José do Rio Preto, SP. A levedura é a alma da fermentação e utilizar uma linhagem de boa qualidade, com viabilidade, persistência e dominância no processo é a chave para garantir uma produção eficiente de etanol.

monitoramento de leveduras workshop Fermentec Maringa

Workshop realizado para profissionais de destilarias no dia 12 de setembro em Maringá, PR.

Mas como saber se as leveduras que estão no processo são realmente as mais adequadas? Para ter acesso a dados confiáveis e saber se a fermentação está eficiente é fundamental contar com metodologias de monitoramento de leveduras, que atualmente estão muito avançadas a um custo acessível. Com essas metodologias também é possível identificar novas leveduras de qualidade para o processo industrial.

Durante os workshops, os colaboradores da Fermentec mostram porque as leveduras devem ser monitoradas, a escolha da metodologia para avaliar os processos, como é feita a seleção de leveduras e, principalmente, o impacto financeiro com a redução de custos que a destilaria pode alcançar com uma estrutura mais otimizada.

Metodologias de monitoramento de leveduras fornecem dados detalhados

Segundo a coordenadora de pesquisas em fermentação e seleção de leveduras da Fermentec, Silene de Lima Paulillo, existe um enorme potencial para muitas usinas aumentarem suas margens de lucro de forma expressiva com o acompanhamento das leveduras “os custos com análises e seleção de leveduras são muito baixos levando em conta as vantagens que elas proporcionam ao processo industrial. Hoje várias usinas já usam suas próprias leveduras, as linhagens personalizadas que trabalham sob medida para suas indústrias. Atitudes tão simples e acessíveis podem ser adotadas para explorar esse potencial que vem sendo perdido”, afirma Silene.

monitoramento de leveduras workshop Fermentec numeros

Impacto econômico nos custos de usina que utiliza levedura personalizada (produção de 100.000 metros cúbicos de etanol)

A técnica de cariotipagem faz a análise dos cromossomos de uma levedura e permite a identificação de novas linhagens ou de variantes de leveduras já conhecidas que podem ser mais robustas, tolerantes e adaptadas ao processo. Esta técnica é mais vantajosa que a genotipagem, já que enquanto a primeira analisa entre 200 mil a 2 milhões de bases, a segunda apresenta uma análise inferior, entre 100 a 5 mil bases de cromossomos. A cariotipagem, aliada à análise do DNA mitocondrial, fornece informações precisas e valiosas para o processo “O objetivo agora é fazer mais workshops como este pelo Brasil para explicar detalhadamente como funcionam as análises e seus impactos na fermentação”, conclui Silene.

Esta entrada foi publicada em Eventos. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>