Reunião Início de Safra Fermentec: impacto da eficiência na nova era econômica

A bioeconomia terá um grande crescimento nos próximos 15 anos com a substituição cada vez maior de produtos de origem fóssil pelas fontes renováveis. Henrique Amorim Neto, presidente da Fermentec, abriu a Reunião Início de Safra de 2020, realizada no dia 19 de fevereiro em Piracicaba, lembrando ao todos que o etanol está no centro desta tendência de desenvolvimento da bioeconomia. Neste contexto, um programa como o RenovaBio, que será um mercado de comercialização de créditos no setor sucroenergético, trará retorno financeiro às empresas que gerarem fontes renováveis de energia, mas desde que tenham processos eficientes e sustentáveis. Esse é o desafio das usinas no RenovaBio.

Henrique Amorim Neto Reunião Incio Safra Fermentec 2020
O presidente da Fermentec, Henrique Amorim Neto, abriu a Reunião destacando o papel do setor no crescimento das energias limpas

Palestrantes convidados trazem cogeração com biomassa e RenovaBio

Paulo Carvalho, da usina Colorado, mostrou que as usinas do Brasil juntas têm potencial para gerar 116 mil GWh, sendo 80 mil GWh de excedente para comercializar energia elétrica fora da unidade. No entanto, ele frisou que a geração de energia de biomassa requer investimentos pesados em implantação de subestação, linha de transmissão, tecnologias e processos para aproveitar toda a biomassa da usina com eficiência máxima. Por outro lado, toda essa estrutura garantiria fornecimento de energia, principalmente em períodos de escassez de chuvas e de bandeira vermelha.

Paulo Carvalho Usina Colorado Reunião Incio Safra Fermentec 2020

Paulo Carvalho, da usina Colorado, falou sobre o potencial de cogeração das usinas brasileiras e segurança energética

Já Fábio Beltrame, da Control Union, mostrou, em parceria com o BENRI, como as usinas vem reagindo ao RenovaBio. Hoje, 238 unidades estão em processo de certificação, que tem levado em média seis meses, e 23 já estão aprovadas. A B3 está desenvolvendo uma plataforma dedicada exclusivamente para a comercialização de Cbios.

Fabio Beltrame Control Union Reunião Inicio Safra Fermentec 2020

Fabio Beltrame, da Control Union, respondeu a diversas dúvidas sobre o RenovaBio e atualizou os dados sobre cerificações

Novas soluções Fermentec: Portal do Cliente e GAOA

O avanço da tecnologia permite acessar mais dados para tomar decisões, mas por outro lado fez aumentar a complexidade analítica para a tomada de decisões. Fernando Henrique C. Giometti mostrou os primeiros resultados obtidos com o GAOA, Gestão Avançada e Operação Assistida, a inteligência artificial da Fermentec. Lançado recentemente pela Fermentec, o GAOA foi utilizado por 84 dias em uma usina e foi determinante para identificar um excesso de ácido sulfúrico na fermentação e recomendar a quantidade ideal. Essas informações neste período representaram para a usina um ganho de receita de mais de 500 mil reais.

João Gaya apresentou todas as funcionalidades do Portal do Cliente, um novo serviço da Fermentec que já está disponível aos clientes contratuais. O objetivo do Portal é centralizar todas as informações relacionadas aos serviços da Fermentec, como Benchmarking, datas de visitas, abertura de chamados, agenda de qualificação, circulares, metodologias, relatórios, programação de eventos e Portal FT. Toda a documentação relativa aos clientes estará centralizada no Portal. Há 19 equipes multidisciplinares para atender dúvidas dos clientes e perguntas frequentes para dar mais agilidade ao acesso.

Novo recorde de teor alcoólico e outros índices

Durante as palestras da Reunião Início de Safra foram apresentados diversos resultados da safra 2019/20. Um deles foi o recorde de teor alcoólico que teve média de quase 9,50% entre 46 unidades clientes. Em 2015, apenas duas usinas conseguiram teor superior a 10%. Em 2019 foram 17 unidades. Segundo Mário Lúcio Lopes esses recordes não são meros acasos, mas representam a evolução no setor.

Claudemir Bernardino destacou o aumento na produtividade no campo e na indústria nos dados do benchmarking Fermentec. As 53 unidades clientes processaram 150 milhões de toneladas de cana (+7%) e produziram mais de sete bilhões de litros de etanol (+12%). O RTC registrou aumento de 0,34 pontos percentuais. Segundo Claudemir, 0,34 pode parecer pouco, mas pode representar para a usina um ganho de mais de um milhão de reais durante a safra.

Já os dados apresentados por Fernando Ré revelaram a evolução tecnológica pela qual o setor está passando. Se há alguns anos uma usina usar cromatografia era raridade, hoje 79% dos clientes Fermentec utilizam a cromatografia líquida em suas unidades. 56% utilizam a sonda oblíqua e 78% contam com o digestor extrator quente/frio e redesfibrador África do Sul. A meta é que na safra 2022/23 essas tecnologias sejam pré-requisitos para as usinas fazerem classificações com excelência. Dentro dessa realidade de evolução tecnológica, Fernando fez diversas recomendações para melhorar a eficiência das análises dos parâmetros agroindustriais, além de apresentar alterações no benchmarking.

publico da Reunião Inicio de Safra Fermentec 2020

Profissionais de usinas de todo o Brasil lotaram o espaço de eventos Beira Rio durante a Reunião Início de Safra

Impacto no dia a dia da indústria

A Fermentec fez um estudo para comparar a quantificação do ART na esteira em relação à prática convencional no laboratório. Após 130 dias de análises, os resultados foram muito parecidos, exceto em relação à perda de umidade identificada na esteira em relação ao PCTS. A diferença de apenas um ponto percentual teve impacto na fibra e na perda indeterminada. Eder Silvestrini apresentou o estudo que confirmou a etapa do repreparo como responsável pela perda de umidade. Após a identificação e feita a correção, a perda indeterminada teve um resultado mais próximo comparado ao laboratório. Segundo Eder, os resultados são promissores e revelam a viabilidade de ser adotada na amostragem de cana na esteira para avaliação do balanço industrial.

Como reduzir os riscos na escolha das leveduras para esta safra? Dinaílson Corrêa de Campos fez algumas recomendações para evitar problemas ao longo da safra. A primeira é esquecer a levedura de panificação. A segunda recomendação é esquecer também o fermento da safra passada. O que se deve fazer? Trabalhar com leveduras selecionadas e nas quantidades corretas, na faixa de mais de mil quilos. Os resultados comprovam que aumentar a quantidade de leveduras selecionadas eleva o rendimento da fermentação. Para quem utiliza leveduras Personalizadas, é importante começar a safra com as selecionadas, que protegem a fermentação das contaminantes. Não basta escolher bem a levedura, mas também monitorar o comportamento delas por cariotipagem e/ou DNA mitocondrial. Na safra passada, PE-2, CAT-1, FT858L e Fermel foram as leveduras mais utilizadas pelas usinas.

A conversa também chegou ao laboratório. Eduardo Borges trouxe informações e terminologias da metrologia, que são importantes para profissionais que trabalham na área de qualidade das usinas para fazer controles estatísticos. Borges explicou os conceitos de repetibilidade e reprodutibilidade no laboratório. A repetibilidade verifica se o método do laboratório está adequado para uso e a qualidade dos resultados. A amostra pode ser analisada entre seis e quinze vezes de forma independente com concentrações baixa, média e alta. Cada laboratório tem a sua própria repetibilidade, de acordo com as suas condições. Já na reprodutibilidade, a comparação é feita entre diferentes laboratórios para se ter uma base de comparação e chegar à validação. Esses controles estatísticos podem basear fontes de incertezas no laboratório, que interferem na precisão dos resultados.

A Reunião Início de Safra passou o recado. Os biocombustíveis estão no centro da tendência mundial por energias renováveis, o que abre um grande horizonte de oportunidades para o setor, que só serão alcançadas com tecnologia e conhecimento de cada dado da usina para explorar todas as possibilidades de negócios e de geração de receitas.

Na página da Fermentec no Facebook você confere todas as fotos e vídeos com entrevistas da Reunião Início de Safra 2020.

 

Esta entrada foi publicada em Eventos e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>